O PSICÓLOGO DEVE ADEQUAR O SEU PRODUTO AO MERCADO EMPRESARIAL

//O PSICÓLOGO DEVE ADEQUAR O SEU PRODUTO AO MERCADO EMPRESARIAL

O PSICÓLOGO DEVE ADEQUAR O SEU PRODUTO AO MERCADO EMPRESARIAL

Qual dos lugares você escolheria para lanchar?

  1. A) “A melhor farinha frita com pedaços de carne”
  2. B) “A Rainha do PASTEL”

Este é um ótimo exemplo da adequação de um produto ao seu mercado.

Os psicólogos devem fazer o mesmo. Adquirir a linguagem do seu mercado e usar a terminologia adequada. Perceba que não há nada de errado em oferecer serviços de Saúde Mental às empresas. Mas perceba também que as empresas não estão habituadas a ouvir falar de saúde mental. Talvez não seja a melhor opção tentar evangelizar o seu mercado introduzindo uma ideia nova, a não ser que tenha uma fortuna para gastar. É mais fácil e muito mais eficaz adequar o seu produto ao mercado que tem necessidades bem conhecidas e problemas já identificados.

Você, por exemplo, tem como objetivo de “ajudar” trabalhadores com problemas de estresse.

Vamos entender: quantas empresas conhece que tenham contratado um psicólogo para resolver problemas de estresse aos seus funcionários?

Pesquise. Encontrou? Quantas? É mercado suficiente para você começar a apresentar essa SOLUÇÃO a empresas?

E se ADEQUAR o seu discurso?

Segundo um estudo do ISMA em 2015, “70% da população ativa (trabalhadores) já sofreu de estresse.” “69% foram fruto de situações profissionais”. De acordo com o mesmo estudo “78% dos homens e 83% das mulheres afirmaram ter dores musculares ou de cabeça. Além disso, 39% deles e 37% delas sofriam de distúrbios do sono.”

“A ansiedade foi o sintoma mais prevalente entre os entrevistados. Taquicardia, ganho ou perda de peso, problemas gastrointestinais também seriam outros indícios.”

Baseado nesse e noutros estudos, você deve propor às empresas RESOLVER problemas de absenteísmo, turnover, produtividade, rentabilidade… Como? trabalhando com os seus funcionários a saúde emocional.

Mas perceba que será contratado por uma empresa para resolver os problemas da empresa. Não dos funcionários.

A sua atuação será com os funcionários, melhorando a qualidade de vida deles, o bem-estar, a saúde emocional. Mas não é isso que as empresas compram.

Mude o seu mindset. E quando dizemos isso não queremos dizer para mudar os seus valores ou o seu propósito de vida. Queremos só dizer que no mundo empresarial, você tem de adequar o seu produto/serviço para resolver situações da empresa. Não dos funcionários.

Não esqueça quem paga é o cliente (a empresa). Quem beneficia é a empresa e também as pessoas que lá trabalham.

Só mais um fator… o seu projeto. Crie um projeto. Pesquise o mercado. Valide os seus produtos serviços e adeque ao mercado. Aí está em condições de desenvolver o seu projeto com resultados.

Você pode cumprir o seu propósito de vida, AJUDANDO PESSOAS, vendendo SOLUÇÕES para os PROBLEMAS das empresas.

Um abraço da Bia e do Fernando!

By |2018-01-11T20:18:58+00:00novembro 6th, 2017|conhecimento|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment

Este site usa cookies e serviços de terceiros. Ok
%d blogueiros gostam disto: